Estratégias de Liderança   

12 ESTRATéGIAS PARA UMA LIDERANçA BEM SUCEDIDA
1 - Demonstre às pessoas, as quais você está liderando, as qualidades que você espera que elas demonstrem a você.
Um dos mais poderosos princípios de liderança é este: As pessoas fazem aquilo que elas vêem! Portanto, obtenha honestidade, lealdade, sensibilidade, consideração, espírito decisivo, flexibilidade, objetividade e entusiasmo que você deseja dos seus liderados, ao demonstrar a eles exatamente essas mesmas qualidades em si mesmo. Modelar atitudes é, e sempre será, a mais poderosa estratégia de liderança.

2 - Faça com que as suas expectativas sejam claramente conhecidas
De que outra maneira você espera que as pessoas possam satisfazer as expectativas que você tem sobre elas? Nunca assuma que uma pessoa, seja ela membro da igreja ou um líder de um departamento, já saiba – sem que você antes a tenha claramente comunicado – quais são as expectativas que você tem sobre o trabalho e função que você delegou. Não tenha medo de dizer exatamente o que você espera do trabalho e ministério daquela pessoa. Diga a ela antes dela se engajar no trabalho e faça isso tão freqüente quanto possa.

3 - Use reuniões para fortalecer a sua equipe
Encoraje participação e o compartilhar de idéias. Mantenha o grupo focalizado no alvo.

4 - Demonstre apreciação pela dedicação ao trabalho
Lembre-se que você trabalha com voluntários e seres humanos (voluntários incluídos) precisam constantemente de sentirem apreciados pelo trabalho que realizam. Voluntarismo requer apreciação constante. Portanto, não perca a oportunidade de apreciar o trabalho que as pessoas vem desenvolvendo.

5 - Aceite as diferenças das pessoas e tire vantagem disso
Nem todas as pessoas se tornam a estrela da sua equipe. Algumas pessoas vão se superar e outras não irão sair do lugar. Portanto, da mesma maneira que você trata o seu filho como se ele fosse o único, trate também aquela pessoa conforme a singularidade dela.

6 - Dê feedback às pessoas independente da contribuição que elas estão dando para a equipe
Faça isso objetiva e honestamente tão freqüente quanto possa. Deixe-os saber de que maneira eles estão preenchendo as suas expectativas e onde eles podem aprimorar.

7 - Ouça a sua equipe
Ao serem ouvidas, as pessoas passam a compreender que aquilo que elas dizem tem importância. Ao ouvi-las você irá ganhar o respeito e a lealdade delas. E mais: você estará sabendo o que se passa com elas.

8 - Compartilhe os seus alvos, visões, motivações e razões
Não diga às pessoas o que elas devem fazer. Compartilhe com elas sobre quais são as suas reais necessidades naquela determinada situação e permita que elas lhe ajudem a decidir sobre a melhor maneira de preencher aquelas necessidades.

9 - Admita seus erros
Ao contrário do que possa parecer sinal de fraqueza, isso é um sinal de vitalidade e saúde.

10 - Não prometa – cumpra
Apenas duas coisas podem acontecer quando você promete algo a alguém, e nenhuma das duas é muito boa. O cumprimento de uma promessa é sempre esperado; e uma promessa não cumprida pode acabar com um relacionamento.

11 - Coloque as pessoas em funções em que elas estejam mais próximas de preencher as suas próprias necessidades tanto quanto as da igreja/organização
Essa é a melhor resposta para uma pergunta que líderes me fazem frequentemente: “Como é que eu posso motivar o meu povo?”

12 - Dê às pessoas as informações que elas precisam para fazer o trabalho que lhes foi dado – antes mesmo delas necessitarem de tais informações Para muitos voluntários, informação é alguns dos recursos necessários, mas que estão pouco disponíveis. Ao delegar um trabalho, ofereça todas as informações que estiverem a seu alcance.

Nélio DaSilva

Voltar